[…] Esta Doutrina, filha das Forças Superiores, sua jóia predileta, que a nós foi confiada para sua divulgação na Terra, deve ser divulgada, deve ser explanada, deve ser respeitada e obedecida por aqueles que na Terra se dizem seus instrumentos, e o devem ser de fato […]
- Luiz Alves Thomaz

Casa Berço do Racionalismo Cristão - Filial Santos - 100 anos

O vistoso prédio da Av.
Ana Costa 67, em Santos,
foi inaugurado em
21 de junho de 1912, é o
único no litoral paulista
com arquitetura em
estilo Gótico Vermelho
Tudo começou em Santos, os benfeitores e humanistas Luiz Alves Thomaz e Luiz José de Mattos, deixaram para a humanidade, a primeira casa racionalista cristã, uma obra que simboliza o primeiro passo para garantir a independência financeira e a segurança nos caminhos da Doutrina.

Foram homens de extraordinária coragem e força interior, cuidadosos, enérgicos e determinados, não titubearam nos seus propósitos para a evolução da humanidade.

Atualmente, são mais de 150 casas espalhadas pelo Brasil, Europa, Estados Unidos e África. São realizadas três reuniões franqueadas e públicas semanais de Limpeza Psíquica, às segundas, quartas e sextas-feiras, pontualmente às 20 horas.
Ata de fundação do Centro
Amor e Caridade - 26-01-1910
  
Um exemplo para muitos, atualmente são mais de 150 casas espalhadas pelo Brasil, Europa, Estados Unidos e África. São realizadas três reuniões franqueadas e públicas semanais de Limpeza Psíquica, às segundas, quartas e sextas-feiras, pontualmente às 20 horas.

De acordo com a Gazeta do Racionalismo Cristão, "...após um ano de exaustivos e profundos estudos sobre a vida fora da matéria, Luiz Alves Thomaz e Luiz José de Mattos estavam convictos de que haviam fincado os fundamentos para a construção de uma doutrina verdadeiramente cristã.

Chegando à conclusão de que o espiritismo vinha sendo erroneamente praticado e, em razão disso, mal compreendido, resolveram Luiz de Mattos e Luiz Alves Thomaz fundar um centro espírita para estudo, prática e divulgação do verdadeiro espiritualismo, dedicando-se ambos, a partir de então, de corpo e alma, às responsabilidades assumidas perante as Forças Superiores.

Em prédio de propriedade de Luiz Alves Thomaz, situado na Rua Amador Bueno n° 190, na cidade de Santos, realizou-se, em 26 de janeiro de 1910, a primeira reunião para a elaboração do estatuto, eleição da diretoria e escolha do nome da entidade que estavam instituindo, decidindo-se no sentido de que a mesma deveria ser designada como Centro Espírita Amor e Caridade. 

No entanto, devido à exiguidade do espaço e à grande frequência às sessões públicas, resolveu Luiz Alves Thomaz, com a aprovação da diretoria, construir uma nova sede para o Centro em terreno por ele adquirido no n° 67 da Rua Ana Costa, no bairro de Vila Mathias, na cidade de Santos, inaugurada em 21 de junho de 1912."

Sra. Ana Costa e,
Senhor Mathias Costa
patronos de Vila Mathias
Na virada do século XIX para o XX, a população da Cidade de Santos concentrava-se na área central e vivia praticamente das atividades portuárias. Com o crescimento da imigração, o perímetro urbano começava a expandir pelos terrenos de propriedade do Sr. Mathias Casimiro Alberto Costa, que originou no nome do bairro em sua homenagem Vila Mathias, e sua esposa aparece na toponímia da Cidade, como Avenida Dona Ana Costa.

Foi em 06 de agosto de 1910, que Luíz Alves Thomaz adquiriu o terreno do Senhor Mathias Casimiro Alberto Costa no número 67 da Avenida Ana Costa, e em 08 de outubro do mesmo ano, ele assinou contrato de construção do edifício com a firma Domingos Pinto & Cia., sendo inaugurado em 21 de junho de 1912, a casa que todos nós carinhosamente chamamos de Casa Berço do Racionalismo Cristão.

Lembrança da sole-
nidade de 90 anos
da Casa Berço
Filial Santos

22-06-2002
Devido ao crescimento das curas realizadas e da grande frequência a todas as reuniões, que eram, como continuam a ser, públicas, o prédio da Rua Amador Bueno tornou-se insuficiente e a diretoria da época, em 9 de abril de 1911, resolveu construir um prédio apropriado para os trabalhos; onde ficou deliberado que o prédio seria de um andar, sendo porém os alicerces e paredes externas, feitas de forma que em qualquer tempo, se pudesse levantar um pavimento superior, onde se estabeleceria um hospital para obsedados.

O irmão Luiz Alves Thomaz, atual Presidente, que já havia adquirido e doado o terreno com 16 metros de frente, por 50 de fundos, a Av. Ana Costa, prontificou-se a fazer ao Centro um empréstimo, sem juros, e que serviria para a construção de um edifício no referido terreno, destinado aos trabalhos do Centro.


Mas no correr da construção e de acordo com os nossos Guias, o Irmão Luíz Alves Thomaz, resolveu modificar a planta e ampliar o prédio, de maneira a que pudesse servir, não só para os trabalhos no Centro, mas igualmente para o hospital de obsedados, que necessitarem de mais demorado tratamento.


Assim, em reunião de 28 de Julho de 1912, conforme consta da respectiva ata, o irmão Luíz Alves Thomaz declarou que fazia doação ao Centro dessa importância, para que ficasse constituído o seu patrimônio.


No Relatório de Luiz Alves Thomaz, confirma que o edifício só ficou terminado a 10 de Junho de 1912, realizando-se a inauguração a 21 do mesmo mês e ano, em homenagem ao nosso caritativo Guia São Luiz de Gonzaga, pelo aniversário da sua última desencarnação.

Imigração portuguesa Cidade de Santos - Século XIX
Área central de Santos no final do século XIX (em vermelho),
tomada pela colonia portuguesa
Rua Rangel Pestana em 1907 - canal recém inaugurado - Vila Mathias - um grande evento para os padrões da época, nesta foto está identificando a segunda quadra, a partir do cartão postal de 1908 mais abaixo, possivelmente estaria o número 79, mais a frente a direita.
(clique em qualquer foto para ver como SLIDE)
De acordo com o depoimento das senhoras Amarylís (86), Amyrthis (85) e a senhora Annyce (84), netas de Augusto Messias de Burgos, no início do século, seus avós viviam numa modesta casa situada na Avenida Rangel Pestana nº 79, Vila Mathias, na cidade de Santos, SP. Tudo leva a crer, que foi nessa humilde casa do médium Augusto Messias de Burgos, próximo ao sopé do morro Monte Serrat, que em 06 de julho de 1909, o trio Luíz Alves Thomaz, Manoel João Alves e Luiz José de Mattos, assistiram juntos, pela primeira vez a uma reunião espíritualista.
Santos - 1908 - 1ª. Quadra da Rua Rangel Pestana esquina com Av. Ana Costa - Vila Mathias, com o bonde ao lado do canal a caminho da garage e outro bonde na Avenida Ana Costa, mais próximo da esquina. Neste postal da cidade, também se percebe na terceira quadra da Av. Ana Costa, o terreno vazio onde viria a ser o prédio do Racionalismo Cristão.  
Neste postal temos o bonde do postal acima - Rua Rangel Pestana - início do século - 1908 - no canto direito ao fundo está a garage de bondes - Vila Mathias, (atualmente a CET - Cia. Engª. Trânsito de Santos) - Sopé do Morro Monte Serrat.
Início da Avenida Ana Costa - 1909/1910 - dentro da garage de bondes - Vila Mathias.
Avenida Ana Costa - 1915 - ainda sem as Palmeiras Imperiais - início do século - Vila Mathias. Em destaque na esquerda, Casa Berço do Racionalismo Cristão (Foto a partir do Monte Serrat).
Avenida Ana Costa - Década 1930 - Vila Mathias - Santos
A esquerda, Casa Berço do Racionalismo Cristão e a expansão da cidade
 Avenida Ana Costa - Década 1940 - Santos.
A esquerda, Casa Berço do Racionalismo Cristão e a expansão da cidade
Avenida Ana Costa - 1948 - Vila Mathias - Santos
A esquerda, Casa Berço do Racionalismo Cristão e a expansão da cidade.
Nesta paisagem ao lado direito, ainda, se percebe a Igreja Coração de Maria sem a sua torre.
Avenida Ana Costa - 1950 - Santos
A esquerda, Casa Berço do Racionalismo Cristão e a expansão da cidade
Avenida Ana Costa - 1961 - Santos
Casa Berço do Racionalismo Cristão e a expansão da cidade.
No destaque as 2 primeiras quadras da Avenida Rangel Pestana
Avenida Ana Costa - 2000 - Santos
A direita, Casa Berço do Racionalismo Cristão e a expansão da cidade
Avenida Ana Costa - 2010
No destaque o mesmo prédio do início do século, na esquina com a Avenida Rangel Pestana - Vila Mathias
Avenida Ana Costa - 2014
Em 13 de fevereiro de 2010, o jornal A Tribuna de Santos, publicou matéria sobre o pedido de tombamento do prédio da Avenida Ana Costa, 67, feito pelo historiador Waldir Rueda. "O imóvel, em excelente estado de conservação, é o único no Litoral Paulista com arquitetura eclética baseada no Gótico Vermelho. O estilo, que expõe os tijolinhos vermelhos, surgiu no século 19, com a revalorização da Idade Média (476-1453). O pedido aguarda avaliação do Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Santos (Condepasa)"
Avenida Ana Costa - 2012 - Santos
Casa Berço do Racionalismo Cristão - 100 anos
(clique em qualquer foto para vê-las como SLIDE)
Casa Berço na visão do fotografo Luiz Fernando Menezes







Casa Berço do Racionalismo Cristão - Filial Santos - 100 anos
Por Wilson Candeias

Poderá gostar de conhecer:
► Burgospedia - Comunidade Burgalesa

Fonte: